Friday, October 23, 2015

Sicario: Terra de Ninguém

Denis Villenueve é um cineasta incrível, uma das coisas mais belas em sua direção é que ele consegue fugir de quase todos os clichês do gênero, em cada cena do filme, grande ou pequena, em cada sequência Villenueve mostra que tem domínio do que está fazendo, ele nunca está perdido. Mas a coisa mais incrível nisto tudo é que Villenueve consegue ser autêntico, original, em nenhum momento parece que “Sicario” é dirigido por qualquer outro diretor ou que Villenueve está tentando imitar alguém, simplesmente é ele em todos os momentos. Ele cria um Thriller policial autentico, em “Sicario” não existe aquele negócio de “esta cena foi muito tensa, vamos fazer uma aqui mais "light" para o público relaxar um pouco, uma mais cômica”, de forma alguma, o filme é tenso do começo ao fim e a cada minuto que se segue você fica ainda mais tenso. 

Outra coisa genial de Villenueve é que ele sabe criar desespero e tensão no público por muitas vezes dispensar a “antecipação”, por exemplo: imaginemos que um personagem vai levar um tiro, ele não “antecipa” a cena com alguém suspeitando de algo errado, ficando inquieto de um lado para outro e que de repente diz: “Abaixe-se! ” e ai alguém é baleado, não, com Villenueve é assim: Dois personagens conversando tomando café de forma descontraída e de repente uma bala atravessa a cabeça de alguém, então todo mundo se joga no chão de forma desesperada enquanto os vidros das janelas da cozinha se espedaçam em migalhas por balas de metralhadoras que você não faz a menor ideia da onde estão vindo, então Kate (Emily Blunt) e os outros policiais tentam localizar os atiradores e revidar, é dessa fora que funciona com Villenueve, e quando ele usa a “antecipação” é pra criar tensão, medo, ansiedade, seus nervos começam a se contorcer, sua testa a suar, ele realmente consegue extrair esta reação do público.

Outra coisa boa de Villenueve é que ele não banalizar a violência, talvez você esteja se perguntando: “Como assim, pelo o que eu vi até agora parece ser um filme super forte” e de fato é um Thriller para quem tem nervos de aço, mas não se preocupe, Villenueve não vai traumatizar você ou faze-lo vomitar na sala de cinema, ele mostra o que tem que mostrar e quando tem que mostrar, acima de tudo ele nunca passa do limite, ele sabe até onde ele pode ir, por exemplo: quando há uma cena de tortura e você sabe que a coisa vai ficar feia, simplesmente antes de a tortura começar de verdade a porta da sala de interrogatório é fechada e você não ver mais nada. Apenas escuta alguns gritos e vamos para próxima cena, você sabe o que aconteceu lá dentro, está até mesmo enojado, mas Villenueve não te mostrou nada por que ele sabe que não existe cena mais cruel e desumana do que aquela que imaginamos dentro da nossa cabeça, quando uma criança é morta ele não mostra os tiros perfurando o corpo dela, a câmera fica sobre o arma disparando, quando há corpos mutilados ele não faz “closers” sobre eles, apenas um relance de longe como no “cartão de boas-vindas a Juárez” é suficiente para você saber onde está se metendo, e quando ele mostra algo mais forte como na cena inicial, aquilo tem um propósito, fica evidente na reação dos policiais, seu olhar de nojo, repulsa de até aonde vai a crueldade humana, fazendo até que um policial saía de dentro da casa para pegar ar fresco por que lá dentro ele sem dúvida iria vomitar, então você sente o que os personagens sentem, nada é excessivo ou gratuito, Villenueve usa a imaginação do público, isso fica evidente quando Josh Brolin diz: “Eles jogaram a menina um tanque de ácido”, Villenueve não te mostra isso, mas você está horrorizado por que sua mente consegui visualizar isso. 

Mas um cineasta não faz um filme sozinho não é verdade? O elenco está ótimo, enquanto Josh Brolin adora uma carnificina, Emily Blunt e Benicio Del Toro são os dois lados da mesma moeda, Blunt segue os procedimentos, é uma amante da lei, quer fazer justiça e isso fica evidente no modo em como tenta descobrir a verdade por conta própria, já Del Toro é um lobo solitário, ele não rir, não chora, não grita, não se intimida, ele permanece com o mesmo olhar solitário do começo ao fim, ele vai fazer aquilo que lhe mandam, não importe o quanto aquilo custe. 

A montagem de Joe Walker é fora de sério, ele sabe ritmar um filme e como manter a tensão mesmo em cenas longas, provou isso em “12 Anos de Escravidão”. Mas eu tiro mesmo o meu chapéu para Sir Roger Deakins, no mínimo a melhor fotografia de sua carreira pelo menos neste século, esse cara é um monstro no que faz. Minha única crítica vai para o estreante Taylor Sheridan que roteiriza o filme, o personagem da Emily Blunt embora tenha sido magistralmente interpretado por ela não foge do estereótipo de personagem deste gênero, ela é uma mulher que basicamente incorpora um homem, durona em todos os sentidos, ela não faz compras, não liga para beleza, não se preocupa tanto com sua própria higiene pessoal, não faz sexo, é basicamente alguém viciada em seu trabalho, como em quase todos os filmes policiais em que as mulheres são protagonistas, entretanto isto não diminui a qualidade do filme em nada.

Por fim devo dizer que Este filme é Simplesmente o melhor suspense policial dos últimos anos!

Possíveis indicações ao Oscar 2016:

Melhor Filme
Melhor Direção: Denis Villenueve
Melhor Atriz: Emily Blunt
Melhor Ator Coadjuvante: Benicio Del Toro
Melhor Montagem: Joe Walker
Melhor Fotografia: Roger Deakins
Melhor Trilha Sonora: Jóhann Jóhannsson
Melhor Mixagem de Som
Melhor Edição de Som

Wednesday, September 30, 2015

Oscar 2016: Previsão Melhor Atriz Coadjuvante (Atualizado/Novembro)

   Dê uma olhada nas outras categorias clicando aqui

A corrida pelo Academy Awards começou oficialmente em 1° de Novembro com a entrega dos HFAs (Hollywood Film Awards). O GOTHAM Awards, New York Film Critics Circle (NYFCC), National Board  of Review também anunciaram seus vencedores. O Film Independent Spirit Awards anunciou seus indicados e a Press Academy anunciou os indicados ao Satellite Awards. Finalmente podemos ter uma visão mais clara do como será a corrida pelo Academy Awards este ano. Dia 10 a Associação Estrangeiras dos Críticos de Hollywood anunciará os indicados aos Globos de Ouro.


Em Breve um vídeo será postado para comentar está categoria.


* - Não se sabe se concorrera na categoria principal ou na secundária. 



1. Rooney Mara – Carol


2. Jane Fonda - Youth


3. Jennifer Jason Leigh - Os Oito Odiados (The Hateful Eight)


4. Kate Winslet - Steve Jobs 


5. Rachel McAdams – Spotlight: Segredos Revelados


Abaixo segue-se uma lista com outras atrizes que também estão na luta por uma indicação nesta categoria:

  1. Elizabeth Banks - Love & Mercy 
  2. Kristen Stewart - Acima das Nuvens (Clouds of Sils Maria) 
  3. Helena Bonham Carter – Suffragette 
  4. Julie Walters – Brooklyn 
  5. Joan Allen – O Quarto de Jack (Room) 
  6. Olivia Colman - The Lobster 
  7. Sienna Miller - High-Rise 
  8. Anne-Marie Duff - As Sufragitas (Suffregattes) 
  9. Judy Davis – The Dressmaker 
  10. Rachel Weiz – Youth 
  11. Cynthia Nixon – James White 
  12. Meryl Streep - Suffragette 
  13. Ellen Page – Freeheld 
  14. Elizabeth Olsen – I Saw the Light 
  15. Laura Linney – Mr. Holmes 
  16. Helen Mirren – Trumbo 
  17. Hailee Steinfeld – The Thousand Saints 

Alicia Vikander pode vir a ser considerada legível para está categoria, no momento ela concorre na categoria principal pela sua atuação em "A Garota Dinamarquesa" (The Danish Girl).





Wednesday, August 26, 2015

Crítica - O Pequeno Príncipe


Está releitura do épico livro de Antoine de Saint-Exupéry dirigida por Mark Osborne (mesmo diretor de Kung Fu Panda) e escrito por Irena Brignull e Bob Persichetti é simplesmente a mais profunda e emocionante já feita até hoje. O visual é irresistível, muito bem desenhado, usando stop-motion para o mundo do pequeno príncipe e computação gráfica para o da garota, e o filme é recheado daquelas frases marcantes que tornaram o livro um dos mais importantes da literatura juvenil, entretanto este não é o segredo do sucesso desta releitura. 

Veja o trailer abaixo:

 Diferentemente da maioria dos filmes e animações de hoje, que se escondem atrás de uma tonelada de frases de efeito e de um visual gritante, este filme se concentra em desenvolver bem seus personagens, desde uma menina pressionada pela mãe para entra numa escola de renome e a se concentrar apenas no que é essencial para ser tornar uma adulta o mais depressa possível, à mãe que quer tornar sua filha em uma cópia idêntica de si mesma, até um velhinho solitário e atrapalhado que quer consertar seu avião e compartilhar uma simples história com alguém. E acima de tudo, a história é muito consistente, dinâmica e bem estruturada, em nenhum momento é cansativa ou desinteressante, pelo contrário, cada vez que você vai se aprofundando nos relacionamentos entre o velhinho e a garota e o pequeno príncipe e o aviador e nas idas e vindas do stop-motion para a computação gráfica, você vai ficando ainda mais preso emocionalmente á trama.


Este não é um filme sobre uma garota e um velhinho que mergulham numa história fascinante, é sobre amizade verdadeira e lealdade, um vínculo recheado de valores morais que simplesmente não existem mais na sociedade contemporânea. E numa época que o entretenimento puro e a diversão sadia praticamente não existem mais, este filme mostra que a única coisa que é essencial para um filme entreter as pessoas e a preocupação em tocar o coração delas.

Em toda a minha vida eu nunca chorei tanto ao ver um filme como este, entretanto ‘as vezes nós corremos o risco de choramos um pouco por um filme que nos faz cativar’! Acho que nunca mais irei ver algo como este filme, ele é único em todos os aspectos, definitivamente uma rara obra de arte, afinal, o que é arte a não ser o poder de cativar e emocionar as pessoas?  
Henrique Euzebio

Wednesday, January 23, 2013

Crítica: Indomável Sonhadora

"Extraordinário! Um dos filmes mais sensíveis e comoventes de todos os tempos!"

Muitas pessoas se perguntam como um filme cuja protagonista é uma criança quem vive com o pai numa banheira e que tem um elenco de 6 ou 7 pessoas no máxima conseguiu atrair tanto a atenção para si e receber 4 indicações ao Oscar incluindo: Melhor Filme e Diretor.
Bem, quando eu terminar essa crítica você irá entender o por quê.
O filme é dirigido pelo estreante em longas-metragens Benh Zeitlin e fica entre nós, que estreia meus amigos. Ele próprio roteiriza junto com Lucy Alibar.


A história é a seguinte: Hushpuppy (Quvenzhané Wallis) é uma menina de 6 anos que vive com seu pai Wink (Dwight Henry) às margens de um rio, um lugar catalogado como "Área de risco" pois quando chove lá se alargar tudo. Um dia Wink descobre que está doente e apesar disto decide não receber ajuda médica. Ele passa a ensinar a menina há como sobreviver sozinha mesmo quando não se tem mais ninguém.

Quvenzhané Wallis tem uma atuação marcante, quando o filme estava nas filmagens ela tinha apenas 6 anos e a primeira vista deveria se muito difícil dirigir uma criança num papel que se requer tanto dela, mas Wallis surpreende, sua atuação é simplesmente natural e impecável durante todo o filme, ela era simplesmente a menininha de 6 anos certa para o papel. E mesmo quando se requer dela uma atuação mais sentimental, comovente e profunda ela faz isso com tanta firmeza e garra e simplesmente deixa você sem palavras. Com certeza, foi este trabalho tão delicaddo e perfeito que a levou a cai nas graças dos acadêmicos e ser indicada ao Oscar de Melhor Atriz.
Dwight Henry também esbanja talento durante o filme e as duas atuações se encaixam como um quebra-cabeça que forma uma linda obra-de-arte. Sem dúvida Henry foi esquecido pelas premiações, apesar de ter sido um ano muito bom neste requisito, ainda sim, pelo papel que ele fez que é de emocionar qualquer um, ele merecia uma indicação a Melhor Ator Coadjuvante ou Melhor Ator em um papel principal, visto que seu personagem é muito grande no filme para se considerado coadjuvante ou secundário.
O roteiro é muito firme e perspicaz, ele dita o filme e mesmo assim dá uma extrema liberdade para o elenco aparecer com ótimas atuações e consegue passar com profundidade e sentimento sua mensagem que é: "Mesmo que sua vida seja um lixo, ela é boa e mesmo que você não tenha nada, você tem tudo". Profundo!
Já Benh Zeitlin tem exito em sua direção, especialmente pela montagem ou edição das cenas, elas são colocadas na exata hora em que devam aparecer tornando o filme suave, outro ponto alto da sua direção é que o filme não é longo, tem apenas 1 hora e 30 minutos, evitando assim que o filme ficasse lento e cansativo, esse fator em especial deve agradar aqueles que não gostam do gênero drama por que acham que esses tipos de filmes são "parados". Eu costumo dizer se o roteiro for transmitido com veracidade para tela e for convivente e se as atuações fluirem, é uma prova clara e incontestável duma ótima direção e talvez isso justifique a indicação de Benh Zeitlin ao Oscar.
Concordo plenamente que foi uma zebra a indicação dele, mas de forma alguma imerecida, por que ele fez em um filme o que muitos diretores não conseguiram fazer em cinquenta filmes!
O filme ainda é empalado por uma bela trilhar sonora que me lembra bastante Os Infiltrados (filme de Martin Scorsese) não no gênero musical, mas pela forma de como a música tema consegue entrar em sua cabeça e ficar lá, tocando inúmeras vezes lhe trazendo a memória cenas do filme.
Numa crítica costumam dizer que você tem que se neutro e dizer os pontos bons e ruins do filme, mas eu simplesmente não consigo, o filme é adorável e apaixonante.
Pode até ser uma "zebra", mas é completamente merecido o sucesso de Indomável Sonhadora.
Se você ama cinema é uma obrigação assisti-lo, muito bom mesmo. Extremamente recomendável! Assista em família.


Por Henry Euzebio

Sunday, January 13, 2013

Vencedores do Globo de Ouro 2013: Lista completa do cinema com comentários

Bem vindos á 70° Edição dos Globos de Ouro. Somente aqui você vai acompanhar os vencedores em tempo real, também tem os meus palpites, é eu não resisti, mas o que importa mesmo é sua opinião. Também colocarei breves cometários. Então boa sorte com seu candidatos e um bom GOLDEN GLOBE AWARDS 2013!

MELHOR FILME – DRAMA

PALPITE:  ARGO: Warner Bros. Pictures, GK Films, Smokehouse Pictures; Warner Bros. Pictures
VENCEDOR: ARGO: Warner Bros. Pictures, GK Films, Smokehouse Pictures; Warner Bros. Pictures

ARGO: Warner Bros. Pictures, GK Films, Smokehouse Pictures; Warner Bros. Pictures
DJANGO LIVRE: The Weinstein Company, Columbia Pictures; The Weinstein Company/Sony                Pictures Releasing
AS AVENTURAS DE PI: Fox 2000 Pictures; Twentieth Century Fox
LINCOLN: DreamWorks Pictures, Twentieth Century Fox; Touchstone Pictures
A HORA MAIS ESCURA: Columbia Pictures & Annapurna Pictures; Sony Pictures Releasing


MELHOR ATRIZ  – DRAMA

PALPITE: Marion Cotillard por FERRUGEM E OSSO 
VENCEDORA: Jessica Chastain por A HORA MAIS ESCURA

Jessica Chastain A HORA MAIS ESCURA
Marion Cotillard FERRUGEM E OSSO
Helen Mirren           HITCHCOCK
Naomi Watts           O IMPOSSIVEL
Rachel Weisz          THE DEEP BLUE SEA

MELHOR ATOR – DRAMA


PALPITE: Daniel Day-Lewis por  LINCOLN
VENCEDOR: Daniel Day-Lewis por  LINCOLN


Danile Day-Lewis LINCOLN
Richard Gere        A NEGOCIAÇÃO
John Hawkes AS SESSÕES
Joaquin Phoenix O MESTRE
Denzel Washington O VOO

MELHOR FILME – COMÉDIA OU MUSICAL

PALPITE:  O LADO BOM DA VIDA: The Weinstein Company; The Weinstein Company

VENCEDOR: OS MISERÁVEIS: Universal Pictures, A Working Title Films/Cameron Mackintosh Productions; Universal Pictures


THE BEST EXOTIC MARIGOLD HOTEL: Blueprint Pictures/Participant Media; Fox   Searchlight Pictures
OS MISERÁVEIS: Universal Pictures, A Working Title Films/Cameron Mackintosh Productions; Universal Pictures
MOONRISE KINGDOM: Indian Paintbrush; Focus Features
AMOR IMPOSSIVEL: CBS Films; CBS Films
O LADO BOM DA VIDA: The Weinstein Company; The Weinstein Company

MELHOR ATRIZ – COMÉDIA OU MUSICAL

PALPITE:   Jennifer Lawrence por O LADO BOM DA VIDA

VENCEDOR:  Jennifer Lawrence por O LADO BOM DA VIDA

Emily Blunt             AMOR IMPOSSIVEL
Judi Dench             O EXÓTICO HOTEL MARIGOLD
Jennifer Lawrence O LADO BOM DA VIDA
Maggie Smith         QUARTET
Meryl Streep          UM DIVÃ PARA OS DOIS

MELHOR ATOR – COMÉDIA OU MUSICAL

PALPITE: Bradley Cooper por O LADO BOM DA VIDA

VENCEDOR: Hugh Jackman por OS MISERÁVEIS 

Jack Black          BERNIE
Bradley Cooper O LADO BOM DA VIDA
Hugh Jackman    OS MISERÁVEIS
Ewan McGregor AMOR IMPOSSIVEL
Bill Murray          HYDE PARK ON HUDSON

MELHOR ANIMAÇÃO

PALPITE: FRANKENWEENIE: Walt Disney Pictures; Walt Disney Pictures

VENCEDOR: VALENTE: Walt Disney Pictures, Pixar Animation Studios; Walt Disney Pictures


VALENTE: Walt Disney Pictures, Pixar Animation Studios; Walt Disney Pictures
FRANKENWEENIE: Walt Disney Pictures; Walt Disney Pictures
HOTEL TRANSYLVANIA: Columbia Pictures / Sony Pictures Animation; Sony Pictures Releasing
A ORIGEM DOS GUARDIÕES: DreamWorks Animation LLC; Paramount Pictures
DETONA RALPH: Walt Disney Pictures, Walt Disney Animation Studios; Walt Disney Pictures

MELHOR FILME DE LÍNGUA ESTRANGEIRA


PALPITE: AMOR (ÁUSTRIA)

VENCEDOR: AMOR (ÁUSTRIA)


AMOR (ÁUSTRIA)
A ROYAL AFFAIR (DENMARK)
THE INTOUCHABLES (FRANCE)
KON-TIKI (NORWAY/UK/DENMARK)
FERRUGEM E OSSO (FRANCE)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE


PALPITE:   Sally Field por LINCOLN

VENCEDOR:  Anne Hathaway por OS MISERÁVEIS


Amy Adams         O MESTRE
Sally Field             LINCOLN
Anne Hathaway    OS MISERÁVEIS
Helen Hunt           AS SESSÕES
Nicole Kidman     THE PAPERBOY


MELHOR ATOR COADJUVANTE


PALPITE: Alan Arkin por ARGO

VENCEDOR:  Christoph Waltz por DJANGO LIVRE 



Alan Arkin                        ARGO
Leonardo DiCaprio           DJANGO LIVRE
Philip Seymour Hoffman O MESTRE
Tommy Lee Jones             LINCOLN
Christoph Waltz                DJANGO LIVRE

MELHOR DIRÇÃO


PALPITE: Ang Lee por AS AVENTURAS DE PI

VENCEDOR: Ben Affleck por ARGO


Ben Affleck               ARGO
Kathryn Bigelow        A HORA MAIS ESCURA
Ang Lee                    AS AVENTURAS DE PI
Steven Spielberg LINCOLN
Quentin Tarantino DJANGO LIVRE


MELHOR ROTEIRO


PALPITE:  Chris Terrio  por ARGO 

VENCEDOR:  Quentin Tarantino por DJANGO LIVRE



Mark Boal              A HORA MAIS ESCURA
Tony Kushner         LINCOLN
David O. Russell O LADO BOM DA VIDA
Quentin Tarantino DJANGO LIVRE
Chris Terrio             ARGO

MELHOR TRILHAR SONORA


PALPITE:   Alexandre Desplat  por ARGO

VENCEDOR: Mychael Danna por AS AVENTURAS DE PI 


Mychael Danna                                               AS AVENTURAS DE PI
Alexandre Desplat                                           ARGO
Dario Marianelli                                               ANNA KARENINA
Tom Tykwer, Johnny Klimek,
 Reinhold Heil A VIAGEM
John Williams                                                   LINCOLN


MELHOR CANÇÃO


PALPITE:  “SKYFALL”— 007 - OPERAÇÃO SKYFALL

VENCEDOR:  “SKYFALL”— 007 - OPERAÇÃO SKYFALL



“FOR YOU” — ATOR DE VALOR 
Music by: Monty Powell, Keith Urban
Lyrics by: Monty Powell, Keith Urban

“NOT RUNNING ANYMORE”—AMIGOS INSEPARÁVEIS
Music by: Jon Bon Jovi
Lyrics by: Jon Bon Jovi

“SAFE & SOUND” — JOGOS VORAZES 
Music by: Taylor Swift, John Paul White, Joy Williams, T Bone Burnett
Lyrics by: Taylor Swift, John Paul White, Joy Williams, T Bone Burnett

“SKYFALL”— 007 - OPERAÇÃO SKYFALL
Music by: Adele, Paul Epworth
Lyrics by: Adele, Paul Epworth

“SUDDENLY” — OS MISERÁVEIS
Music by: Claude-Michel Schonberg
Lyrics by: Herbert Kretzmer, Alain Boublil

MELHOR SERIE DRAMÁTICA

PALPITE: HOMELAND
VENCEDOR: HOMELAND: SHOWTIME, Teakwood Lane Productions, Cherry Pie Productions, Keshet, Fox 21

BREAKING BAD: AMC 
Sony Pictures Television
BOARDWALK EMPIRE: HBO 
Leverage, Closest to the Hole Productions, Sikelia Productions and Cold Front Productions in association with HBO Entertainment
DOWNTON ABBEY: SEASON 2, PBS 
A Carnival / Masterpiece Co-Production
HOMELAND: SHOWTIME, Teakwood Lane Productions, Cherry Pie Productions, Keshet, Fox 21
THE NEWSROOM: HBO 
HBO Entertainment

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE – DRAMA


PALPITE: Claire Danes por HOMELAND
VENCEDOR: Claire Danes por HOMELAND


Connie Britton NASHVILLE
Glenn Close DAMAGES
Claire Danes HOMELAND
Michelle Dockery DOWNTON ABBEY: SEASON 2
Julianna Margulies THE GOOD WIFE

MELHOR ATOR EM SÉRIE – DRAMA


PALPITE:  Damian Lewis por HOMELAND
VENCEDOR: Damian Lewis por HOMELAND


Steve Buscemi BOARDWALK EMPIRE
Bryan Cranston BREAKING BAD
Jeff Daniels THE NEWSROOM
Jon Hamm MAD MEN
Damian Lewis HOMELAND

MELHOR SÉRIE – COMÉDIA OU MUSICAL


PALPITE: MODERN FAMILY: ABC Levitan-Lloyd Productions in association with Twentieth Century Fox Television
VENCEDOR: GIRLS
HBO 
Apatow Productions and I am Jenni Konner Productions in association with HBO Entertainment


THE BIG BANG THEORY
CBS 
Chuck Lorre Productions, Inc. in association with Warner Bros. Television
EPISODES
SHOWTIME 
SHOWTIME, Hat Trick Productions, Crane Klarik Productions
GIRLS
HBO 
Apatow Productions and I am Jenni Konner Productions in association with HBO Entertainment
MODERN FAMILY
ABC Levitan-Lloyd Productions in association with Twentieth Century Fox Television
SMASH
NBC Universal Television in association with DreamWorks Television

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE – COMÉDIA OU MUSICAL


PALPITE: Julia Louis-Dreyfus por VEEP
VENCEDOR:  Lena Dunham por GIRLS


Zooey Deshanel NEW GIRL
Julia Louis-Dreyfus      VEEP
Lena Dunham GIRLS
Tina Fey 30 ROCK
Amy Poehler PARKS AND RECREATION

MELHOR ATOR EM SÉRIE – COMÉDIA OU MUSICAL


PALPITE: Alec Baldwin por 30 ROCK
VENCEDOR: Don Cheadle por HOUSE OF LIES


Alec Baldwin 30 ROCK
Don Cheadle HOUSE OF LIES
Louis C.K. LOUIE
Matt LeBlanc EPISODES
Jim Parsons THE BIG BANG THEORY

MELHOR MINISSÉRIE OU FILME FEITO PARA TELEVISÃO


PALPITE: VIRADA NO JOGOHBO 
Playtone and Everyman Pictures in association with HBO Films
VENCEDOR: VIRADA NO JOGOHBO 
Playtone and Everyman Pictures in association with HBO Films


VIRADA NO JOGO
HBO 
Playtone and Everyman Pictures in association with HBO Films
THE GIRL
HBO 
A Wall to Wall, Warner Bros Entertainment GmbH, Moonlighting and BBC Production in association with HBO Films
HATFIELDS & MCCOYS
HISTORY Thinkfactory Media in association with History
THE HOUR
BBC AMERICA 
Kudos Film and Television/BBC America co-production
POLITICAL ANIMALS
USA NETWORK Berlanti Productions and Laurence Mark Productions in association with Warner Horizon Television

MELHOR ATIRZ EM MINISSÉRIE OU FILME FEITO PARA TELEVISÃO


PALPITE: Jessica Lange por AMERICAN HORROR STORY: ASYLUM
VENCEDOR: Julianne Moore por VIRADA NO JOGO


Nicole Kidman HEMINGWAY & GELLHORN
Jessica Lange AMERICAN HORROR STORY: ASYLUM
Sienna Miller THE GIRL
Julianne Moore VIRADA NO JOGO
Sigourney Weaver POLITICAL ANIMALS

MELHOR ATOR EM MINISSÉRIE OU FILME FEITO PARA TELEVISÃO


PALPITE: Benedict Cumberbatch por SHERLOCK (MASTERPIECE)
VENCEDOR:  Kevin Costner por HATFIELDS & MCCOYS


Kevin Costner HATFIELDS & MCCOYS
Benedict Cumberbatch SHERLOCK (MASTERPIECE)
Woody Harrelson VIRADA NO JOGO
 Toby Jones THE GIRL
Clive Owen HEMINGWAY & GELLHORN

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE, MINISSÉRIE OU FILME FEITO PARA TELEVISÃO


PALPITE: Maggie Smith por DOWNTON ABBEY: SEASON 2

VENCEDOR: Maggie Smith por DOWNTON ABBEY: SEASON 2


Hayden Panettiere NASHVILLE
Archie Panjabi THE GOOD WIFE
Sarah Paulson VIRADA NO JOGO
Maggie Smith DOWNTON ABBEY: SEASON 2
Sofia Vergara MODERN FAMILY


MELHOR ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE, MINISSÉRIE OU FILME FEITO PARA TELEVISÃO




PALPITE:  Eric Stonestreet por MODERN FAMILY
VENCEDOR:  Ed Harris por VIRADA NO JOGO


Max Greenfield NEW GIRL
Ed Harris VIRADA NO JOGO
Danny Huston MAGIC CITY
Mandy Patinkin HOMELAND
Eric Stonestreet MODERN FAMILY

Saturday, January 12, 2013

Anúncio: Vencedores do Globo de Ouro 2013

Amanhã, você acompanhará aqui os vencedores do Globo de Ouro 2013 em tempo real, com comentários.
Não fique de fora desta grande festa do cinema!

Thursday, January 10, 2013

Vencedores do Critic's Choice Awards 2013: Em Tempo Real (Atualizado)

Foi uma noite emocional e inesquecível. Também ficara marcada pelas criticas as indicações do Oscar que foram no minimo polemicas. Em seu discurso de agradecimento Ben Affleck começou satirizando o Oscar dizendo: "Quero agradecer a Academia" e depois de algumas rizadas disse "Brincadeira é brincadeira". Argo foi o filme da noite ganhando 2 prêmios: Melhor Filme e Direção. Jessica Chaistain roubou a cena ganhando de Melhor Atriz e também cutucou a Academia dizendo: "Seria uma noite perfeita se não fosse os rosto triste da Kathery e o Ben Affleck (claro que isso foi por eles não terem sidos indicados em Melhor Direção).
Mas a noite não foi só disso, o maior vencedor da noite foi a comédia independente O Lado Bom da Vida com 4 prêmios incluindo Melhor Filme Comédia e Elenco, Lincoln e 007 - Operação Skyfall também tomaram destaque ao ganhar 3 prêmios cada.

Veja a lista completa:

Melhor Filme de Língua Estrangeira

Vencedor - Amour (da Austria)

Intocáveis
A Royal Affair
Ferrugem e Osso

Melhor Efeitos Visuais

Vencedor - As Aventuras de Pi

O Hobbit
Batman Ressurge
Os Vingadores
A Viagem

Melhor Ator Ação

Vencedor - Daniel Craig por 007 - Operação Skyfall 

Christian Bale – “Batman Ressurge”
Robert Downey Jr. – “Os Vingadores”
Joseph Gordon-Levitt – “Looper”
Jake Gyllenhaal – “Marcados para Morrer


Melhor Atriz Ação 

Vencedora - Jennifer Lawrence por Jogos Vorazes

Emily Blunt – “Looper”
Gina Carano – “Haywire”
Judi Dench – “007 - Operação Skyfall”
Anne Hathaway – “Batman Ressurge”

Melhor Filme Ação

Vencedor - 007 - Operação Skyfall

Os Vingadores
Batman Ressurge
Looper


Melhor Trilhar Sonora

Vencedor - John Williams por Lincoln
Argo – Alexandre Desplat
As Aventuras de Pi – Mychael Danna
O Mestre – Jonny Greenwood
Moonrise Kingdom – Alexandre Desplat

Melhor Canção

Vencedora - Skyfall – performance de  Adele/escrita por Adele Adkins & Paul Epworth – 007 -Operação Skyfall 

For You – performance de  Keith Urban/escrita por Monty Powell & Keith Urban – Ator de Valor
Learn Me Righ – performance de Birdy com Mumford & Sons/escrita por Mumford & Sons – Valente
Still Alive – performance de Paul Williams/escrita por Paul Williams – Paul Williams Still Alive
Suddenly – performance de Hugh Jackman/escrita por Claude-Michel Schonberg & Alain Boublil & Herbert Kretzmer – Os Miseráveis

Melhor Documentário 

Vencedor - Searching for Sugar Man

Bully
The Central Park Five
The Imposter
The Queen of Versailles
West of Memphis

Melhor Ator Comédia

Vencedor - Bradley Cooper por O Lado Bom da Vida 

Jack Black – Bernie”
Paul Rudd – Isto é 40
Channing Tatum – Anjos da Lei
Mark Wahlberg – Ted


Melhor Atriz Comédia 

Vencedora - Jennifer Lawrence  por O Lado Bom da Vida


Mila Kunis – Ted
Shirley MacLaine – Bernie
Leslie Mann – Isto é 40
Rebel Wilson – A Escolha Perfeita


Melhor Comédia

Vencedor - O Lado Bom da Vida


Bernie
Ted
Isto é 40
Anjos da Lei


Melhor Animação

Vencedor - Detona Ralph

Valente
Frankenweenie
Madagascar 3
ParaNorman
A Origem dos Guardiões


Melhor Fotografia 

Vencedor - Claudio Miranda por As Aventuras de Pi

Os Miseráveis – Danny Cohen
Lincoln – Janusz Kaminski
O Mestre – Mihai Malaimare Jr.
Skyfall – Roger Deakins

Melhor Direção de Arte

Vencedor - Sarah Greenwood e Katie Spencer por Anna Karenina

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada
Os Miseráveis
As Aventuras de Pi
Lincoln

Melhor Edição

Vencedor - William Goldenberg e Dylan Tichenor por A Hora Mais Escura 

Argo – William Goldenberg
Os Miseráveis – Melanie Ann Oliver e Chris Dickens
As Aventuras de Pi – Tim Squyres
Lincoln – Michael Kahn



Melhor Figurino

Vencedora - Jacqueline Durran por Anna Karenina 

A Viagem – Kym Barrett and Pierre-Yves Gayraud
O Hobbit: Uma Jornada Inesperada – Bob Buck, Ann Maskrey e Richard Taylor
Os Miseráveis – Paco Delgado
Lincoln – Joanna Johnston


Melhor Maquiagem

Vencedor - A Viagem

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada
Os Miseráveis
Lincoln


Melhor Diretor

Vencedor - Ben Affleck por Argo

Kathryn Bigelow – A Hora Mais Escura
Tom Hooper – Os Miseráveis
Ang Lee – As Aventuras de Pi
David O. Russell – O Lado Bom da Vida
Steven Spielberg – “Lincoln”


Melhor Roteiro Original

Vencedor - Quentin Tarantino por Django Livre

John Gatins – O Voo
Rian Johnson – Looper
Paul Thomas Anderson – O Mestre
Wes Anderson & Roman Coppola – Moonrise Kingdom
Mark Boal – A Hora Mais Escura


Melhor Roteiro Adaptado

Vencedor - Tony Kushner por Lincoln

Chris Terrio – “Argo
David Magee – As Aventuras de Pi
Stephen Chbosky –  As Vantagens de Ser Invisível
David O. Russell – O Lado Bom da Vida



Melhor Ator Coadjuvante

Vencedor - Philip Seymour Hoffman por O Mestre

Alan Arkin – Argo
Javier Bardem – 007: Operação Skyfall
Robert De Niro – O Lado Bom da Vida
Tommy Lee Jones – Lincoln
Matthew McConaughey – Magic Mike


Melhor Atriz Coadjuvante


Vencedora - Anne Hathaway por Os Miseráveis


Amy Adams – O Mestre
Judi Dench – 007: Operação Skyfall
Ann Dowd – “Compliance”
Sally Field – “Lincoln”
Helen Hunt – Sessões

Melhor Ator/Atriz Jovem

Vencedora - Quvenzhané Wallis por Indomável Sonhadora 


Elle Fanning – Ginger & Rosa

Kara Hayward – Moonrise Kingdom
Tom Holland – O Impossível
Logan Lerman – As Vantagens de Ser Invisível
Suraj Sharma – As Aventuras de Pi


Melhor Ator

Vencedor - Daniel Day-Lewis por Lincoln


Bradley Cooper – O Lado Bom da Vida
John Hawkes – Sessões
Hugh Jackman – Os Miseráveis
Joaquin Phoenix – O Mestre
Denzel Washington – O Voo




Melhor Atriz

Vencedora - Jessica Chastain por A Hora Mais Escura

Marion Cotillard – Ferrugem e Osso
Jennifer Lawrence – O Lado Bom da Vida
Emmanuelle Riva – Amour
Quvenzhané Wallis – Indomável Sonhadora
Naomi Watts – O Impossível




Melhor Elenco

Vencedor - O Lado Bom da Vida

Argo
O Exótico Hotel Marigold
Os Miseráveis
Lincoln
Moonrise Kingdom


MELHOR FILME

Vencedor - Argo

Indomável Sonhadora
Django Livre
Os Miseráveis
As Aventuras de Pi
Lincoln
O Mestre
Moonrise Kingdom
O Lado Bom da Vida
A Hora Mais Escura